sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Curiosidades: Metallica | Adeus Dave



Lars era a mente da banda. Um cara que respeitava, admirava e ouvia o passado, mas ainda conseguia prestar atenção no presente. Ulrich era competitivo e pensava na banda como um todo. Até no logo! A demo “No Life ‘Til Leather” começou a fazer sucesso com o público Metal americano. Resultado, em abril de 83, o Metallica fez os primeiros shows para um grande público. Era uma casa para 2 mil pagantes, como direito a uma banda de abertura. Enquanto isso, por outro lado... Dave Mustaine já havia passado dos limites com a bebida e chegou quase a matar a banda. Mark Whitaker, empresário do Exodus, sugeriu Kirk Hammet como guitarrista substituto a Mustaine. Kirk era jovem, baixinho e nerd, que gostava de maconha e praticava constantemente. Não tinha a mesma personalidade de Dave ou a criatividade do mesmo, mas era um sujeito talentoso, calmo e que facilmente aceitaria ordens. Perfeito para a banda de “Lars e James”. Recebeu o convite sentado na privada em 1º de abril de 83. 

Mustaine ainda estava sonolento quando foi acordado pelo baterista da banda quando recebeu a notícia de que estava sendo demitido. Assim as chances de haver alguma briga eram menores. Os outros integrantes pagaram a volta de Dave para San Francisco na Califórnia. Mustaine teve de fazer viagem sozinho até a Costa Oeste em uma viagem que durou 4 dias. Orgulhoso que é, afirmou no futuro que ficara satisfeito com a decisão, pois queria começar um projeto solo. A verdade, porém é que Dave ficou muito abalado. Nas festas todos enfiavam o pé na jaca a ponto de serem carregados, mas Mustaine era o único que ficava chato quando bêbado. Era carismático, mas antipático. Personalidade difícil de entender. Dave afirmou até que conversou com James várias vezes em demitirem Lars. Não se sabe até que ponto isso é verídico. Confessou também que não gostava de Lars e nem de Kirk, além de afirmar que até comeu a namorada deste antes de ir embora. 

James também afirmou que durante os ensaios, amigos de Dave roubavam coisas da banda. Quintanna não acredita que Dave vendia drogas na época. Bill Hale, amigo da banda e criador de uma fanzine, afirma que a saída de Mustaine foi uma pena, pois a formação com ele e Cliff fazia frente até ao Sabbath e o Purple de 72. Porém, admite que desde modo a banda ficou sendo novamente exclusiva de “Lars e James”. Enquanto Dave tentou provar o erro da banda ao demiti-lo criou o Megadeth e obteve sucesso, Hammett continuou sendo apenas o guitarrista solo da banda. Segundo Hale também, Lars já tinha em mente queria que Kirk substituísse Mustaine desde o primeiro show que viu do Exodus em novembro de 82. Segundo o mesmo, Dave criou boa parte de “Kill ‘Em All” e deu a ideia do álbum seguinte.



Leia a biografia de Lars Ulrich pré-Metallica.

Leia a biografia de James Hetfield pré-Metallica.

Leia sobre a entrada de Dave Mustaine.

Leia sobre a saída de Ron McGovney

Leia sobre Surge Cliff Burton

Leia sobre Bancados pelos Zazulas



Leia a resenha do álbum de estreia do Metallica. (em breve link)

0 comentários:

Postar um comentário

Google+ Twitter RSS Facebook