sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Curiosidades: Metallica | Bancados pelos Zazulas


Um passo importantíssimo na carreira do Metallica foi dado no começo de 1983 quando se mudaram para San Francisco (capital da Califórnia). Não apenas pelo aspecto cultural, mas por causa do novo baixista: Cliff Burton. O único integrante com formação musical. Em março daquele ano, aconteceu o primeiro show com Cliff. Burton chamou muita atenção pela qualidade técnica, além da aparência hippie (jeans boca de sino e cabelo esvoaçante), além de tocar o baixo como se fosse uma guitarra. Uma nova faixa foi composta “Whiplash”. O material inédito foi, então, divulgado em fanzines e rádios. Mesmo com poucos recursos, o baterista e um dos líderes, Lars Ulrich apreciava e desejava produções de melhor qualidade. Brian Slagel, dono da gravadora Metal Blade, sugeriu a ideia de gravarem algo mais simples, no entanto. Apesar de que este formato custaria 10 mil dólares. Quantia que o Metallica, é claro, não tinha. Mas no universo dos acasos da vida, a qualidade se fez ouvida mesmo à distância... 

Na Costa Leste, um casal proprietário de uma pequena loja de discos ficou empolgadíssima com a sonoridade da banda de Lars e James Hetfield. “Pelo Metal” bancaram o álbum. Eram os “Zuzula’s”. Jonny Z (Jon Zazula) e Marsha Zazula. Jonny se apaixonou pela demo-tape trazida por um freguês a loja dele. Zazula acreditava que o Metallica era a resposta a N.W.O.B.H.M. e que eles eram um “diamante bruto”. Jonny Z acertou a ida do Metallica até a New Jersey, mas esqueceu de um detalhe... Contar que estava cumprindo o terceiro de seis meses de prisão por grampear o telefone de uma empresa que vendia metais preciosos. Zazula era inocente mas, como não tinha dinheiro para bancar o processo, o advogado  pediu que admitisse culpa, pois este não teria dinheiro para continuar com a batalha judicial, por isso vivia em uma “prisão albergue” (sem guardas). O Metallica ficou no porão dos Zazula durante um curto período, mas ele admitiu depois ter sido uma ideia ruim, pois banda abusou de um pequeno bar que Jonny possuía. A banda ficava em casa e era bancado por Zazula da prisão. Até o pai de Marsha ajudava os Zazula e a banda com dinheiro e comida. Um investimento complicado. James e Dave bebiam demais, Lars ia atrás de mulheres, porém Cliff era mais humano e até cuidava do bebê dos Zazula. 



Leia a biografia de Lars Ulrich pré-Metallica.

Leia a biografia de James Hetfield pré-Metallica.

Leia sobre a entrada de Dave Mustaine.

Leia sobre a saída de Ron McGovney

Leia sobre Surge Cliff Burton.


Leia a resenha do álbum de estreia do Metallica. (em breve link)

0 comentários:

Postar um comentário

Google+ Twitter RSS Facebook