sábado, 21 de março de 2015

Resenha: Avantasia "The Metal Opera Part II" (2002)






















E a saga continua... Gravado entre junho de 2001 e abril de 2002, o segundo álbum da ópera Rock ou melhor Metal do Avantasia (projeto idealizado pelo alemão Tobbias Sammet) é lançado em 27 de outubro de 2002 via AFM Records. “The Metal Opera Part II” dá sequência à história fantasiosa sobre Gabriel Laymenn (interpretado/cantado por Tobbias). Um jovem noviço do século XVII que busca salvar a meia-irmã acusada de bruxaria pela Igreja Católica que ele mesmo segue. Ao tentar ajuda-la acaba sendo preso em uma masmorra e lá conhece um druida que diz que o ajudaria se este ajudasse a salvar o reino de Avantasia em um mundo paralelo. Gabriel aceita e lá conhece um elfo e um anão... Em suma, esta é parte da história. Rica em detalhes onde cada vocalista dá voz a um personagem. Por isso, a lista é grande. O “elenco” é formado por: Andre Matos (brasileiro e ex-Viper, Angra e Shaaman, Carreira solo) como Elfo Elderane, Bob Catley (Magnum) como Árvore da Sabedoria, David DeFeis (Virgin Steele) como Frei Jakob, Kai Hansen (Gamma Ray) como Regrin o Anão, Oliver Hartmann (ex-At Vance) como Clemens IIX, Michael Kiske (ex-Helloween) como Druida Lugaid Vandroiy, Ralf Zdiarstek (Warrior) como Oficial de justiça Falk Von Kronberg, Rob Rock (ex-Impellitteri, Carreira Solo) como Bispo Von Bicken, Sharon den Adel (Within Temptation) como Anna Held, Timo Tolkki (Stratovarius) como Misteriosa Voz da Torre, além do já citado Tobias Sammet (Edguy) como Gabriel Laymann. Já na parte instrumental... Alex Holzwarth (Rhapsody of Fire) na Bateria, Eric Singer (Kiss) na Bateria na última faixa do álbum, Frank Tischer no Piano (nas faixas 1, 4 e 7), Henjo Ricther (Gamma Ray) na Guitarra, Jens Ludwig (Edguy) na Guitarra (líder nas faixas 5 e 9), Markus Grosskopf (Helloween) no Baixo, Norman Meiritz na Guitarra (guitarra rítmica na faixa 10), Timo Tolkki (Stratovarius) guitarrista ("The Seven Angels" e "Into the Unknown") e Tobias Sammet (Edguy) Teclado, Orquestrações e Baixo (na faixa 10). 

Novamente, o material aqui apresentado é lado épico e grandioso do Symphonic Metal aliado às melodias grudentas, refrãos marcantes e a velocidade do Power Metal. “The Seven Angels” abre já sintetizando a essência do álbum. Longa, com mais de 14 minutos de duração. O início é até lento, denso e atmosférico. Em seguida, vários vocalistas (personagens) da história surgem se intercalando nos vocais. Neste caso, além do idealizador Tobbias Sammet, a faixa conta com a participação de Matos, DeFeis, Hansen, Kiske, Hartmann e Rock. Sendo uma música tão grande às variações e a riqueza de detalhes se fazem presentes. Há momentos mais rápidos outros mais densos, em alguns a bateria chama mais a atenção em outro é a guitarra ou mesmo o piano. Independente da história, o ouvinte em “Seven...” escuta uma faixa alegre como um musical. Destaque também para o solo e dentre os convidados para o lindo trecho ao final com Andre Matos e Kai Hansen. 

Depois da pompa do início, vem o Power Metal direto e veloz de “No Return”. A trinca é formada por Sammet, Andre e Michael. O refrão com o apoio de coros, além da melodia podem a deixar manjada, mas ela acaba se tornando eficaz e irresistível. Principalmente depois de escutar o solo. O contraste se repete com “The Looking Glass”. Mais cadenciada, mas ainda bem melódica. Porém, pela sequência de músicas e a própria composição em si talvez esta não chame muita atenção. Tobbias canta Bob Catley. E depois de uma épica, uma rápida, uma cadenciada... Agora era a vez de uma balada: “In Quest For”. Novamente, a dobradinha com Catley. Ele começa a capela ao piano e depois é acompanhado pelo idealizador do projeto. Ambos vão se revezando até o refrão que demora para chegar, porém ele não destoa do “corpo” da faixa e é melodioso, calmo e orna com a faixa toda. 

The Final Sacrifice” começa com órgão, mas dá espaço para um Heavy Metal bem pesado e rápido. Tobias dá até alguns belos agudos. Refrão veloz deixa a faixa mais próxima do Metal tradicional, além da participação de David DeFeis. De fato, empolgante. “Neverland” é daquelas faixas típicas de Power Metal que já te entregam a melodia grudenta da faixa já nos primeiros 30 segundos. Rápida, melodiosa e cheia de energia. Direta e com um refrão para cantar junto. Conta com a participação de Rob Rock. “Anywhere” é uma balada de Tobbias ao piano. A melodia singela vai crescendo até o refrão grudento/chiclete/super sentimental. No meio, porém, ela ganha a companhia de guitarra, baixo e bateria e fica mais dramaticamente épica. 

Em “Chalice Of Agony” a velocidade volta sem cessar e junto de Andre Matos. Poderíamos classifica-la com uma música do Helloween só que na versão turbinada. Por causa da estrutura, melodia e timbre das guitarras. Destaque também para o belo solo. Já “Memory” segue a linha do Heavy Metal tradicional com direito a um super agudo logo no início com Ralf Zdiarstek. A última faixa é “Into The Unknown”. Sinfônica, suave e atmosférica, conta com os vocais de Sharon den Adel. Mesmo sendo considerado um ótimo trabalho pelos críticos, afinal veio da mesma “forma” que o anterior, alguns apontaram que esta parte 2 é inferior à primeira. Uns a chamaram de “sobras de estúdio” e outros disseram que ela não era “tão metal”.  Acima de tudo, no entanto, “The Metal Opera Part II” é um trabalho brilhante de Power Metal cheio de sinfonias. As melodias alegres e grudentas, as variações de vocais, a história e afins, transformam esta obra (para este autor) até mais interessante que “The Metal Opera (parte I)”. 



Faixas (clique e ouça):
1- The Seven Angels
2- No Return
3- The Looking Glass
4- In Quest For
5- The Final Sacrifice
6- Neverland
7- Anywhere
8- Chalice Of Agony
9- Memory
10- Into The Unknown




                                                                             Opinião do autor:
Nota track by track.

Nota track by track.

Nota do álbum.


Banda: Avantasia
Ano: 2002
Álbum de estúdio nº 2
Gravadora: AFM Records
Gênero: Symphonic Metal
País: Alemanha








0 comentários:

Postar um comentário

Google+ Twitter RSS Facebook